quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Ao Colo de Sócrates

Percebe-se por que profunda causa a Menina falou em lagartas, sempre associadas a comboios, no dia em que se inauguraram os túneis subterrâneos de mais uns tantos. E escuso de lembrar que a combinação de composições e buracos onde se introduzem é um símbolo fálico...
Dr. Fraude

19 comentários:

Capitão-Mor disse...

Bom, as conversas já estão nesses termos??? :)

T disse...

Isto é sobre uma questão profissional, caro capitão.

T disse...

E depois odeio esse senhor Sócrates.
Já lhe digo.

Carlos Portugal disse...

Caríssimo:

Chamar «lagarta» àquela gata? Bem, freudianamente, poder-se-iam tirar algumas conclusões da expressão utilizada pela Cara T. Vou ver se descubro uma foto da Zlata de cara descoberta (que não fica atrás do resto, diga-se, e nada tem de verme) para lhe enviar, Caro Amigo.

Quanto aos vermes propriamente ditos, esses andam na comitiva do senhor Pinto de Sousa, e querem-nos convencer de que uma obra absurda, atamancada pelas pressões da política e da sede empresarial de dinheiro é «segura». Eu é que não viajarei nesse troço que, mais dia menos dia, vai ficar inundado de vez, se não acontecer cousa pior...

E não tenho nada contra «lagartas» como essa, refastelada ao sol grego (e não «enroscada»). A felinidade combinada com a forma feminina, sempre foi muito atractiva (para mim, pois para a Cara T julgo - e ainda bem - que não seja. Daí o epíteto...).

Um grande abraço.

Cara T: Não odeio o Sr. Sócrates; ele nem isso merece. Simplesmente desprezo-o, como verme que ele é (sem ofensa para os ditos).

Rudolfo Moreira disse...

S. Gostava de saber, depois da polémica das habilitações, que segurança dá o engenheiro que nunca foi a garantir terem sido respeitados os testes mais exigentes da engenharia.

O Réprobo disse...

Nem tudo o que parece é, Meu Caro Capitão-Mor. A interpretação psica nalítica nunca se estampa na imediatez do sentido.
Abraço

O Réprobo disse...

Uma perseguição, também ehehehehehe, Querida T.

Aposto que foi em sinal de solidariedade para consigo que os parlamentares euriopeus desertaram da sala do monólogo socrático.
Bj.

O Réprobo disse...

Meu Caro Carlos Portugal,
a Mulher sempre gostou de invectivar as Congéneres com nomes de animais sinuosos. Podendo, é cobra. Mas lagarta é um sucedâneo.

Quanto ao PM, bem se pode dizer que o Portugal de hoje é um fruto bichado. Adivinhe qual é o papel do chefe do Governo...
Abraço

O Réprobo disse...

Meu Caro Rudolfo,
os certificados valoem o que valem. No caso, o de segurança está assombrado pelo universitário. E o despudor não precisa de certidão.
Abraço

T disse...

Eu gosto de osgas. Até tive uma em casa. Mas a América comeu-lhe o rabo e andou com ela na boca, quando a salvei pouco tempo mais durou.
Ah, e dava-lhe comida.
Agora lembrei-me a ver essa osga afelinada:)
Quanto ao Sócrates não me pronuncio. Nem ouvir-lhe a voz suporto.
Mas devo uma resposta, ando aqui em bolandas de organizar presentes.
Bj

T disse...

Já está! Veja ao que foi reduzido senhor rei dos bulks!
Bj

O Réprobo disse...

Querida T, também ando atarefadíssimo, estas Festas são inimigas juradas do tempo disponível.
Olhe, eu nunca pensei poder sentir amizade por um bichinho desses, até que uma me entrou camisa adentro, há alguns meses. Era bonitinha, de um cinzento clarinho, com a cabeça muito bem desenhada e, quando a tirei, abriu a boquinha como se dissesse: "não me faças mal!". Deixei-a ir à vida dela.
Bjinho

O Réprobo disse...

Vou ver, pois.
Bj.

T disse...

Camisa adentro? Ai, ai ai!!!
Risos

O Réprobo disse...

Andou a passear-se pelas minhas costas. Nunca foi massajada por uma osga? É inolvidável.
Bj.

T disse...

Só a iguana. Era quentinha.
Bj

O Réprobo disse...

Esta, ao contrário, era fresca, em vários sentidos. Mas como era Verão...
Bj.

Ruvasa disse...

Viva, Réprobo!

:-)))))

Abraço

Ruben

O Réprobo disse...

Bem-Vindo a esta casa que é Sua, Meu Caro Ruben.
Espero que nos dê o Gosto da Sua Visita muitas vezes mais.
Abraço