terça-feira, 18 de dezembro de 2007

A Minha Música

O Meu Amigo Pedro Guedes desafiou-me aqui. Inculcou que eu não tinha comentado o desar do SLB na terra ocupada pelo Presidente da República por não aguentar o desgosto. É falso. Não comentei porque fui jantar fora nesse dia, do que aqui dei notícia e não costumo inventar, sobre jogatanas a que não haja assistido. Para me consolar, em vez da Filosofia do Boécio, apliquei-me a ouvir esta Sinfonia, que pretendo oferecer-Lhe e a Outro Melómano da nossa roda. É ritmo muito superior àquele a que os azuis nos fizeram dançar...

6 comentários:

FSantos disse...

Que piroseira! E assim este blogue glorifica um dos cromos do regime. Enfim...

O Réprobo disse...

Pode-se acusar esta composição de não ser suficientemente exaltante do Tema, mas não de pirosa. E já sabes que em Arte não conheço regimes nem adeptos... como Mestre L. Daudet sempre recomendou.
Abraço

JSM disse...

Pronto, já cá cheguei. Não vou comentar o valor sinfónico da obra, deixo essa tarefa aos especialistas, espero apenas que para a próxima os intérpretes estejam tão afinados como no sábado.
Um abraço desportivo.

pedro guedes disse...

Ora bem... verifico que do núcleo internético de pastéis reaccionários fui o último a chegar... :)
Parece-me estar tudo dito, fico a mei caminho entre o consócio F. Santos e o consócio JSM, dois Belenenses de letra grande!

Mau caro Réprobo: não se te olvide que sábado há Belenenses-Benfica em rugby, transmissão em directo na SportTV. Pelo que não tens desculpa para não lobrigar a hecatombe vermelha!
Abr.

O Réprobo disse...

Que malvadeza, Caro JSM! Estou certo de que os artistas interpretarão como o mandá-los à m., como reinvenção do desejo de felicidades em matérias de palco.
Abraço

O Réprobo disse...

Essa segurança antecipada pode dar orelha murcha, Caríssimo Pedro.
Ab.