terça-feira, 18 de dezembro de 2007

O Original e a Cópia

Correndo o risco de desgostar os Defensores de Chaves, Call Girl, Call Girl, a fingir, era a D. H.
Blondie, em «Call Me»!

6 comentários:

Adryka disse...

Olá então como seria possível esquecer-te! Isso nunca . Blogueiros não se esquecem. Beijinhos para ti e isto tá muito lindo

O Réprobo disse...

Obrigadíssimo, Querida Adryka, Contigo por cá ficou muito mais Belo.
Beijinho

JSM disse...

Caro Réprobo
Defensores de Chaves no sentido colonizador de Vieira, seremos sempre. Mesmo quando nos acusam e recriminam... e por isso mesmo. Mas escapou-me a subtileza da dedicatória, especialidade do meu Caro amigo, que no entanto já sabe que eu aprecio qualquer dedicatória provocante e loira.
Um grande abraço.

O Réprobo disse...

Não era esta, Meu Caro JSM, é a do postal mais abaixo, da Sinfonia Benfica.
A Si só ofereceria uma obra de música erudita!
Abraço

JSM disse...

Eu bem me parecia que me tinha escapado qualquer coisa! Ainda assim e mesmo antes de ouvir a sinfonia rubra estou convencido que prefiro a rubia, ou seja, prefiro chamar a loira.
Um abraço.

O Réprobo disse...

Ehehehehehe,
veja as vantagens, Caríssimo JSM, eu posso juntar ambas. Um verdadeiro ménage à trois!
Ab.