terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Giro Pela Culatra

No Ancoradouro de Richard BaumgartNa notícia que todos os meios de informação cobrem, como se um parênteses da vida não fosse, a embarcação de marroquinos arribada à costa portuguesa pode, claro está, despertar os instintos de Caridade Cristã espevitados pela Quadra Natalícia. não serei eu quem critique Os Que são Melhores. Mas recuso-me a fazer dos imigrados fracassados anjos, pois quem procura ilegalmente entrar em País alheio, merece tanta consideração como o pobre que força a porta de uma casa que lhe não pertence. Mesmo que cuide da limpeza dela, em sentido denotativo, ninguém pode sentir-se obrigado a pagar o que não encomendou. É também uma prova da arrogância e má fé presente em alguns Islâmicos, que, dizendo cobras e lagartos da civilização Ocidental, procuram-na para encher o bandulho, ou calam-se perante os seus que o fazem. Para essas invectivas terem legitimidade é necessário um certo grau de ascese, sem desmentidos.
Por fim, a evaporação do orgulho, esse pecado ultimamente tão querido do Sr. Sócrates, e em que poderíamos cair, ao ver-nos desejados pelas balsas de esfomeados: a casca de noz veio cá parar por engano, devido aos ventos e marés com que lutou. Queria ir para Espanha. E na fala de um dos embarcados, teve(-nos como) azar. Ele e nós. Reciprocamente.

9 comentários:

filomeno2006 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Réprobo disse...

Ahahahahahaha!
Meu Caro Filomeno, olha que eles ainda Te pegam na palavra. A menos que não queiram ficar atrás e imitem, escancarando também a porta de entrada deste Canto da Península...
Abraço

filomeno2006 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Réprobo disse...

Ora, Caro Filomeno, havia que seguir a liderança americana, a qual votou uma verba record em matéria se subsídio da Autoridade Palestiniana. O Ocidente não aprende, contunua o velho vício de subsidiar quem se voltará contra ele, Taliban, Sadam, xiitas iraquianos, partidos palestinianos. É o masoquismo mais estúpido. Alimentam a ilusão de em troca obterem democracia nessas paragens. Não se pense que é uma compra, dado o que querem mandar para lá é mais uma idemnização por deitarem o lixo nesses distantes locais.
Abraço

filomeno2006 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Réprobo disse...

Uuuuum, não tenho a certeza, mas é mais do que provável. O País anda tão rico...
Ab.

Capitão-Mor disse...

Concordo plenamente com esta sua análise. Todos sabemos que grande parte dos islamitas têm verdadeiro nojo do Ocidente, mas o que é certo é que o têm procurado para prosperar. Depois como forma de gratidão, esses elementos têm sido os principais financiadores das células terroristas que se disseminam por todo o lado.
No entanto, só mesmo por engano é que uma embarcação dessas desagua nas costas portuguesas!

O Réprobo disse...

É uma situação que deveria fazer pensar os teóricos da superioridade da sociedade Maometana, meu Caro Capitão-Mor. E atenção,nada tenho contra os imigrantes, desde que cumpridores. Agora, quem chega em infracção que garantias dá de mudar?
Abraço, Caro Capitão-Mor

O Réprobo disse...

Para o Amigo Filomeno:
Portugal vai entrar com dois milhões de euros, mais ajuda não-especificada.
Caso para objecção de consciência dos pagadores de impostos que não apreciem as formas de luta dos políticos palestinos, ehehehehehe.
Abraço