segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

A Mecânica dos Fluidos

Nunca teria o arrojo de falar de mecânica acerca do casório, mas como foi a T que remeteu para essa chave de fendas e pôs ao dispor veículos de ocasião, vou fazer-me lucas e aceitar o termo. Não posso é fazer outro tanto às carripanas. Reparai, não é oferecida toda a actividade de uma estação de serviço, pelo que teríamos de recorrer a este estabelecimento para garantir a lavagem e lubrificação adequadas. Ora, achais que alguma noiva se sentiria confortável diante de uma proposta de girling?!

12 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Os faróis do "Opel Kadett" que o meu pai comprou em 1966 eram da marca "Lucas".

O Réprobo disse...

Meu Caro Funes,
não era, evidentemente, minha intenção proclamar-me iluminante, ehehehehe. Grande achega, obrigadíssimo.
Forte abraço

T disse...

Há noivas para tudo, mas já o tramo!
Bj

O Réprobo disse...

Enquanto não me trama... tremo.
Bj.

T disse...

Medricas. Já está. E emkulkei-o sem piedade!
Bj

T disse...

Ai, era embulkar. Só jerico...

O Réprobo disse...

Queridu...a T,
emkulkar, realmente, tem um aspecto ameaçador. Do resto gosti. E quem corre por gosto...
Bj.
p

O Réprobo disse...

Mas olhe que não vejo pevas.
Bj.

T disse...

Então não viu?
Emkulkado cegueta!

O Réprobo disse...

Seja a minha Lente, nos dois sentidos.
Bjinho

Capitão-Mor disse...

Mas esta área de Lisboa ainda é famosa pelo seu elevado número de "garagens" e lojas de peças auto.
Abraço!

O Réprobo disse...

Ora! Pensei que o Meu Amugo ia dizer do "girling"!
Ab.