quinta-feira, 10 de julho de 2008

Ensaio Sobre a Cegueira

Como é que depois de semelhante aventura se pode continuar a insistir em que os morcegos é que são cegos? Talvez por terem radar, vêem mais com os olhos fechados do que muitas pessoas que os pretendem ter abertos. Não sei é se será gratificante para os fabricantes de lingerie saberem que estão muito atrás no objectivo de criar peças animadas...

Mas há uma leitura séria - a existência despromovida a repetição maquinal impede de distinguir onde está a vida.

25 comentários:

Júlia Moura Lopes disse...

eu tenho um medo que me pelo de morcegos..agarram-se aos cabelos das pessoas, já apanhei um susto em Amarante,junto ao rio. :-( brrrrrrrr

Cristina Ribeiro disse...

História mirabolante, não? Cinco horas? O morcego devia sentir-se bem confortável :)
Beijo

mike disse...

O pequeno morcego até era carinhoso e ela tremia dos pés à cabeça... hum... está bem ó morcego... :)

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
muma terreola da Bemposta do Douro diz que há uma reserva de Morcegos desde tempos imemoriais.
Cuidado!
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Cristina,
faz lembrar Catarina a Grande da Rússia e, dizem, a Pompadour, que gostavam de aquecer os pezinhos na chauffage que era a mesma parte anatómica de certas damas da Corte...
Beijinho

O Réprobo disse...

Meu Caro Mike,
até nos morcegos uns são mais iguais do que os outros. Mas precisava de uma fotografia da jovem para saber se lamento a Espécie em que vim a este Mundo.
Abraço...

marilia disse...

Ela bebeu um pouco...
Tou vendo...
E que morcego mais espertinho, não??

abç, réprobo, querido...

Júlia Moura Lopes disse...

Querido Paulo, sempre soube de morcegos no Douro, durante a infência e adolescência..

há dois anos em Amarante, mesmo por baixo da ponte de S. Gonçalo, vi muiiiitos!!

Júlia Moura Lopes disse...

a rapariga estava com os copos, só pode!!

O Réprobo disse...

Querida Marília,
muito! Esse ratão alado ficou para mim como um Exemplo. Mas veja só o golpe publicitário que uma fábrica de sutiãs não poderia retirar do episódio: criar uma linha "Morcegona".
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
mas deve ter sido cá uma tosga...
Também dava para uma campanha:
"se quer ter sempre alguém no seu seio beba X".
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

eheheh

eu ainda ri mais com o seu post e comentários do que com a rapariga. Os publicitários que aproveitem !

O alccol foi o primeiro anestésico do mundo, ela estava anestesiada, está visto!

O Réprobo disse...

Oh! E eu a pensar que não tina sido só o ladino do voador a aproveitar!
Beijinho

fugidia disse...

Ai Rép., do que me havia de lembrar...
Há uns quantos anos, estando uma noite quente de Agosto, decidi tirar as janelas do caixinho da sala para entrar uma aragem...
Estava a ver "Os Pássaros" na televisão quando... um susto de morte: dois pássaros pretos pareceram sair do écran direitinhos a mim e depois às estantes!
Eram morcegos que "habitavam" umas àrvores ali perto e que tinham ficado zonzos e desnorteados com a luz da minha sala :-)
E tirá-los com a vassoura e eles a guincharem (ou lá o que era)?
Não faz ideia do que foi :-)))

Beijinho fugidio :-)

mike disse...

Se usar soutien... beba! Há sempre um morcego à sua espera.

Júlia Moura Lopes disse...

muito apelativo, caro Mike ;-)

grande publicidade aos morcegos :-))

Luísa disse...

Extraordinário «post», meu caro Réprobo, (e expressivamente ilustrado). Aí está como em oito linhas se escreve todo um ensaio, muito conclusivo, sobre as várias cegueiras reais, aparentes, virtuais… ;-)
P.S.: Gosto da linha «morceguinho»… em chávenas de chá e café. :-D

ana v. disse...

"Zoofilia", meu caro? Parece que temos o regresso do Diácono, está visto... em grande estilo!

A história do morcego é absolutamente inacreditável!
Beijinho

O Réprobo disse...

Está a Fugidia a ver, se tivesse acolhido os bichinhos da forma descrita no link, decerto eles ficariam tão sossegados como o colega, que nem se lembrou de protestar...
Beijinho

O Réprobo disse...

Brilhante, Caríssimo Mike! E o "Red Bull dá-te asas" também não seria de desdenhar, mudado o nome para a beberragem alcoólica a anunciar...
Abraço

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
seria maneira de uma tecja muito tocada nos anúncios de roupa interior, a do conforto, poder acrescentar a qualificação "amigo"...
Beijinho

O Réprobo disse...

querid Ana,
era emprego inocente para designar o afecto pelos animais, como evidencia a comoção da rapariga face a esse amigo do peito. Nada a ver com a antiga bestialidade, embora... pensando bem... ai que retorna a minha vocação acolitante.
Beijinho.

O Réprobo disse...

Querida Luísa,
conforme nos revelou no outro dia, a propósito da chávena nas nuvens, lembro-o bem.
Muito obrigado pela aprovação, mas não me lancei às cegas neste empreendimento. O noctívago voador tinha feito reconhecimento do terreno...
Beijinho

Anónimo disse...

Caro Réprobo, a história do link é engraçada, mas eu preciso de provas para nela acreditar. Fotos do sutien e de sua proprietária com e sem ele, bem como uma cuidadosa filmagem da reconstituição dos fatos, é o mínimo que se pode exigir para que acreditemos em relato tão extraordinário.

O Réprobo disse...

Caríssimo Amigo,
se já delirámos com esta história assim reduzida a texto de agência, imagine com todo esse suporte visual! Tínhamos de arranjar outra vida, para abancar em frente do ecrã.
Abraço