quinta-feira, 12 de julho de 2007

Atracções a Mais

A Prostituta da Babilónia, na Besta montada



O Senador Norte-Americano David Vitter foi enredado num escândalo sexual que levou uma prisão de uma patroa de meninas, em Washington, de quem terá sido cliente, anos atrás. Nada que levasse a grandes sobressaltos em muitos estados, mas como o legislador vem da Luisiana, onde há fortes movimentos populares contra o sexo não-conjugal, e o eleito pesca nessas águas... Porém, como não negou, antes fez o contrito papel de desolado, tem uma hipótese, que o grito de assunção do pecado também é muito popular nesses grupos. O curioso é que parece estar na génese da revelação do facto Larry Flynt, precisamente, o do filme, que ofereceu recompensa avultada a quem revele contactos sexuais por fora, com políticos. Quer dizer, em nome da luta contra a hipocrisia, toma-se precisamente a atitude de intromissão em negócios de lençóis que se censurava ao puritanismo vigilante.
*
Os meninos chilenos da Selecção Sub-20 portaram-se muito benzinho e vieram fazer queixinha de terem sido, no hotel, assediados por profissionais do sexo em número que daria para ocupar a equipa. Dado que vai ser feita participação à FIFA, da qual ignoro que jurisdição tenha no caso, congeminando hipóteses, o meu receio é só um: como o próximo adversário estes puros atletas é a equipa portuguesa, temo que ainda se descubra ser uma jogada secreta dos responsáveis pela nossa representação, tentando que o adversário desse o litro e se esgotasse antes de enfrentar os nossos, porque já se viu que com os méritos estratégicos de Couceiro não se chega lá.
*
O PCP, o outro, pela voz de Jerónimo de Sousa, veio censurar a coligação de interesses que vê espreitando sobre o ombro de António Costa, deixando escapar a amargura de perante tal quadro não serem necessárias outras coligações. Sabendo-se quem era parceiro de quem na última gestão de Lisboa pela Esquerda tratava-se, está visto, de ciúmes. Não tendo sido excluída a sua reedição se o quadro de vereadores o proporcionar, apetece dizer que se está perante a assunção da entrega de um corpo humano ao Diabo.

2 comentários:

Rudolfo Moreira disse...

S. Estendendo recompensas parecidas com as de Flynt a Portugal a quantidade de revelações revolucionava qualquer estatística.

O Réprobo disse...

Meu Caro Rudolfo Moreira,
não tenho dúvida a respeito. O sexo em Portugal é o que dá uns cobres. Céus, não era isto que eu queria dizer, mas que os nossos Compatriotas fazem qualquer declaração sob sua honra para abichar umas maquias. Eu disse "abichar"? Desisto. É Sexta-Feira treze, nada a fazer. Mas por estas, mais do que por outras, um imposto religioso semelhante ao alemão, em que cada um pagasse ao Estado, para este distribuir pelas igrejas declaradas, seria impossível: o País confessar-se-ia 100% ateu, beatas incluídas, nem sei se os Sacerdotes escapariam.
Abraço