terça-feira, 10 de julho de 2007

Olhos no Olho

...........................................Olho de Águia
Tal como quem preside à UEFA, esse Platini que sabe do que fala, sou contra as arbitragens electrónicas, mas favorável à introdução de uma detecção artificial da passagem da linha de golo, à semelhança do que se faz no ténis, com a área de serviço. Acredito até que é um imperativo ainda mais premente em Portugal, onde, como é sabido e ressentido, grassa uma estranha virose de miopia dos fiscais de linha quando tentam focar a linha fatal. Acolho, então, com júbilo a inovação britânica proposta e a vontade de pronta importação para Portugal do tira-teimas em apreço. E faço questão de notar que, embora na nossa língua vista de águia seja a expressão mais adequada a ilustrar a capacidade visual, foi muito atilada a escolha do nome Olho de Falcão, de modo a deitar por terra as insaciáveis e malsãs suspeições ditadas pela aquilofobia dos bem-pensantes...

22 comentários:

Anónimo disse...

vamos ter um apito platinado contra dirigentes que procurem interferir na máquina para somar mais golos

Oliveira da Figueira disse...

Antes dentro da Gaiola Dourada
Hoje uma Fotografia institucional.
Depois daquela ficar bem fechada
Eis Paulo Cunha Porto ao natural!

Saúda-se Sua Excelência
Como obriga a Educação,
Sem tomar outra evidência.
Foi uma grande admiração.

Um Monárquico assumido,
Um Benfiquista de sempre!
Um homem Bem Vivido,
Com uma arejada Mente!

Cristina Ribeiro disse...

Pois é Sr.Oliveira da Figueira,o Paulo decidiu finalmente"descer à cidade";gostava de saber onde foi ele buscar a mania de que é um "condenado",ou,mesmo,misantropo.

çamorano disse...

Frente despejada, detalle fisiognómico de inteligencia.

O Réprobo disse...

Caro Anónimo,
Pois, e a célebre fruta terá de ser repartida entre os árbitros e os técnicos que facilitem a marosca...

O Réprobo disse...

Meu Caro Senhor Oliveira da Figueira,
Obrigado por dourar a jaula. Nesta um tanto bebido, claro, mas serviu para o que queria. Não é só V. Ex.ª que tem um duplo com que estabelece confronto.
Hihihihihihihihihi
&
ehehehehehehehehe

O Réprobo disse...

Querida Cristina,
Sei o que sinto pela maioria que comigo se cruza, ou de que tenho notícia. E também como me sinto, face ao que neles encontro de valores.
Para os Amigos Generosos foi um teste: apostava comigo mesmo que Quem viesse por bem não conseguiria porfiar ao ponto de me tratar por "querido réprobo", ou "caro réprobo".

O Réprobo disse...

Sempre a generosidade cavalheiresca do Çamorano. Foi a primeira vez que alguém me conseguiu convencer de que estou cada vez mais... inteligente.
Mas o anonimato incomodava-e, já que andava a auto-censurar-me,por achar que a expressão de posições em termos de certa dureza seria uma cobardia, sem revelar a autoria delas.
Abraço

çamorano disse...

Amigo Réprobo: las "entradas" como gajes de la vida masculina. El "semi- careca" Çamorano, pretende llevar la situación sin darle mayor importancia, como el Marlon Brando de "El rostro impenetrable" (1961) o Lino Banfi en todas sus películas........

O Réprobo disse...

Ou, Meu Caro Çamorano,
como desde cedo me tranquilizei, entendendo que no verão até é mais cómodo e no Inverno uma forma como qualquer outra de manter a cabeça fria...
A PIOR ligação do tema a Hollywood é a da apreciação de Fred Astair num qualquer casting:
"Não é capaz de representar. Não é capaz de cantar. Dança um bocadinho. Ligeiramente calvo"!
Abraço

Oliveira da Figueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
a voz disse...

Amigo Paulo
Saúdo o Seu “aparecimento”.

Abraço.
M

Cristina Ribeiro disse...

Faço minhas as palavras do Mário
Beijo, Caro Paulo

Oliveira da Figueira disse...

Caríssima Cristina
Que surpresa agradável
Já tinha saudades
De certo tempo Amável.
Aquele em que o Paulo
Nos presenteava
Com doces ‘piquenas’
Que se comentava!…

Também Don Çamorano
Era comentador abalizado.
É por isso que esperamos
Que “regresse” o “pecado”…

Dr. Jeckyll and Mr. Hyde
Uma dupla de encantar.
Embora não percebesse
A onde queríeis chegar.

O Réprobo disse...

Mário e Sr. Oliveira da Figueira, Caríssimos,
queria chegar, precisamente, a ver-Vos chegar assim, juntos.
Abraços.

O Réprobo disse...

Querida Cristina,
Beijo também A que sempre esteve no Segredo dos Deuses.

Cristina Ribeiro disse...

E perguntava o Paulo,há tempos,porque houvera de estar grata...

O Réprobo disse...

Por menos que nada...
Já a inversa, é-o, verdadeiramente: De tudo Lhe tenho a dar graças.
Bj.

Oliveira da Figueira disse...

«Mário e Sr. Oliveira da Figueira, Caríssimos,
queria chegar, precisamente, a ver-Vos chegar assim, juntos.»

Excelentíssimo Paulo, ATENÇÃO, eu não conheço, nem estou interessado em conheçer, esse senhor!

Cumprimentos.

O Réprobo disse...

Vá, visitem-me de braço dado, de quando em vez, Sr. O. da figueira.
Ab.

a voz disse...

Ah!, ah!, ah!, Caro Paulo, "essa" do "braço dado" tem a ver com o "rosa" alternativo do Glorioso?

Ah!, ah!, Ah!

Abraço.
M

O Réprobo disse...

Credo, Caro Mário, para onde está a remeter escritores simpáticos como os Condes de Sabugosa e de Arnoso?
Ehehehehehehe!
Abraço