quinta-feira, 5 de julho de 2007

Eu Sabia Que Isto Estava Metido Em Qualquer Sítio...

Era este o caso a que o Çamorano e o F.Santos se referiam: um Mitterrand de 1959 sai, a 23 de Outubro, do Gabinete do Juiz de Instrução Braunschweig, depois de ter sido acusado pelo antigo deputado poujadiste Robert Presquet de com ele combinar um simulacro de atentado, para "compor a imagem". Se a intenção era fazer o ambicioso político sair por cima, foi amplamente conseguido o intento, embora não do modo enunciado: apesar de o Senado se ter, perante o coro de protestos desencadeado, vindo a levantar a imunidade ao deputado Socialista, coisa que inicialmente recusara, nunca mais este foi incomodado, depois da comparência documentada, enquanto que Presquet foi preso e o silêncio sobre o assunto gerado. Comme d´habitude, diria o Charles Boyer do célebre filme de Lang.
A foto e a notícia tirei-as do número 359 (especial) da revista «Historia», de 1976, que vale ainda a pena por incluir um extenso artigo acerca da estratégia estalinista em França.

5 comentários:

Carlos Portugal disse...

Preciosa descoberta, Caríssimo Réprobo! Mas coloco-lhe um desafio: o de encontrar nos seus extensos arquivos uma foto do dito Miterrand (l'ami de l'autre) a apertar a mão ao marechal Pétain, durante o regime de Vichy. Sei que existe, mas não a consigo localizar.

Estes «socialistas» são todos do mesmo naipe: tipo «fluctuact nec mergitur», ou «rolha». Nem que para isso tenham de simular atentados.

Contudo, o que transformou o DS 19 de De Gaulle num passador foi bem real; só me admiro como é que o homem de Lorena escapou ileso.

E, também real, como o meu Caríssimo Amigo escreveu muito bem, foi o perpetrado contra Salazar. Mas aí, o que o salvou foi a blindagem do gigantesco Mercedes 770K que Hitler lhe oferecera (embora agora muitos digam que não), e que está no Museu do Caramulo. Factor este conjugado com a inépcia dos bombistas.

Um grande abraço.

çamorano disse...

Me quito el sombrero en señal de admiración ante la capacidad de investigación del gran Paulo. Mitterrand fue un político derechista hasta 1971 en que fundó el PS de Epinay. No se donde he leído que, al parecer, tuvo un flirt con la cantante Dalida. Con respecto a Portugal, recuerdo que una vez dijo, en 1981 o 1982, que Portugal entraría en la Comunidad Económica Europea antes que España "por razones obvias" matizó. El caso es que ambas naciones ibéricas ingresaron el 1 de enero de 1986...........Felicitación por el Archivo, amigo Paulo/Réprobo. Ab.

F. Santos disse...

Caro Carlos, eu tenho algures uma reprodução de um texto de Mitterrand publicado num jornal vichista...

O Réprobo disse...

Meu Caro Carlos Portugal,
sempre tive para mim que F.M. manteve uma certa coerência, enfrentar De Gaulle, desse por onde desse. Quando eu para a Direita, para lá virou. Quando para a Esquerda, toca a guinar nessa direcção. As motivações nem eram condenáveis, mas a falta de escrúpulos dos meios...
Ah e o automóvel milagroso foi convertido em gentileza da firma, aina que com preço (simbólico), segundo alguns.
Abraço

O Réprobo disse...

Meu Caro Çamorano,
Na Quarta República, de que a fotografia é tirada, FM foi ministro e apoiante parlamentar do dirigente da SFIO e Chefe de Governo Guy Mollet. Não me meto em querelas de Esquerdas vs Direitas, no que a etiquetas respeite. Mas sob esta sigla se agrupavam os Socialistas, no seu grosso, antes da fundação do PSF, caso eu não esteja com a Síndroma de Negrão.
Abraço, grato pela "chapelada".