sábado, 14 de junho de 2008

Mitoclastia Com Grace

Um anúncio de génio ao Champagne Taittinger vem, com a ajuda de Grace Kelly, desmentir várias difundidas falsidades: 1 - que a toilette que assemelhe a parte de baixo de uma Mulher a uma sereia a torne menos atraente. 2 - que aprisionar as curvas da sua morfologia dentro de linhas direitas conduza ao triunfo destas. 3 - que é preciso beber bastante para que o álcool nos permita com um copo prender uma Estrela de sonho.
Assim como a foto impugna a velha mentira de que o cabelo apamhado prejudica as centelhas do Belo...

11 comentários:

Cristina Ribeiro disse...

Esta mulher era linda, estivesse como estivesse, e tinha aquela classe...
Beijo

Júlia Moura Lopes disse...

belissima, sem dúvida. tinha tudo. o belo sem classe é feio. Ela tinha tudo...Quall Princesa Di, qual carapuça.
Fez a moda do penteado apanhado em "banana" que só aguentava belas nucas.
(desculpe, ter falado em banana, Paulo)
risos
beijo

fugidia disse...

Lindíssima, com classe.
Mas, para mim, faltava-lhe um pouquinho de espontaneidade.
Gosto mais, por exemplo, da actual rainha da Jordánia: belíssima, cheia de classe, mas mais humana, no sentido de calorosa.
Beijo :-)

ana v. disse...

Adoro champagne.
A Grace Kelly já era linda e cheia de classe muito antes de ser princesa, mas concordo com a Fugidia: era pouco emotiva, um tanto fria para o meu gosto...

O Réprobo disse...

Lá isso, Cristina, eu digo sempre, em loura, Grace Kelly, em morena, Gene Tierney.
Beijo

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
a Diana era uma rapariga engraçada, mas claro que esta estava a um nível estratosférico.

Pronto... olhe que é preciso escarafunchar bastante para ligar esse vegetal detestável à Grace!
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Fugi,
a actual Rainha, som, beleza de outra extracção étnica. Mas a anterior, a Rainha Noor, Americana de nascimento, até que tem pontos de contacto com a GK...
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Ana
uma falsa-fria, penso eu. Bela mas gelada a tempo inteiro diria eu de Tippi Hedren, a de «Marnie» e «Os Pássaros», lembra-Se?
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

sim, concordo, Paulo, mas n�o sou eu que a comparo.

Quanto � beleza fria de Grace, por acaso, acho a Deneuve mais fria.

O Réprobo disse...

Tem toda a razão, quanto à Deneuve, Querida Júlia.

E penso que a persona cinematográfica de Tippi Hedren se aproxima, enquanto Deneuve faz gala de uma certa impassibilidade facial, a americana ostenta o ar eternamente inalterável que lhe permitia aumentar o interesse pelas grandes provações que o desmentiam.
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

bem dito, Querido Paulo!..não tinha pensado nisso.
beijinho