quarta-feira, 4 de junho de 2008

Filiei-me!

Obedecendo aos comandos Fugidiamente exarados, resolvi aderir a um partido. É o único que pode subverter sem ser sanguinário, é aquele que não se compadece com os jogos de bastidores, ou os acordos de partilha do bolo. Trata-se so solitário que não leva a sério a escolha pelos humores do maior número, porque lhe vê os ridúculos e não lhe teme os perigos. Nenhum outro, senão ele, abdica de comprar um ser humano com um cartão, o de militante, como se vai fazendo com o de crédito às mercearias dos supermercados. Só ele para ser impotentemente chamado alarve pelos que lhe sofrem a vingadora justiça, aquela que nenhum advogado espertalhão pode evitar. É por ele que a partidocracia cairá, por jamais a integrar, dado que, reivindicando-se muito embora como partido, enjeitará sempre a parte cracia. Será sempre o último bem dos que nada mais têm, é aquele que não faz considerações de classe social, mas depende de considerações de classe, no sentido de elegância, para não saturar com traços primários, onde os outros cansam com a realização de primárias.

Fundado por Francis Blanche e Pierre Dac,
LE PARTI D`EN RIRE

{Choeur en fond sonore:}
Oui
Notre parti
Parti d'en rire
Oui
C'est le parti
De tous ceux qui n'ont pas pris de parti
Notre parti
Parti d'en rire
Oui
C'est le parti
De tous ceux qui n'ont pas pris de parti

Sans parti pris nous avons pris le parti
De prendre la tête d'un parti
Qui soit un peu comme un parti
Un parti placé au dessus des partis
En bref, un parti, oui
Qui puisse protéger la patrie
De tous les autres partis
Et ceci
Jusqu'à ce qu'une bonne partie
Soit partie
Et que l'autre partie
C'est parti
Ait compris
Qu'il faut être en partie
Répartis
Tous en seul parti
Notre parti

Nous avons placé nos idéaux
Bien plus haut
Que le plus haut
Des idéaux
Et nous ferons de notre mieux
Cré vindieu de vindieu de vindieu
Pour que ce qui ne va pas aille encore mieux
Oui pour vivre heureux
Prenons le parti d'en rire
Seules la joie et la gaieté peuvent nous sauver du pire
La franche gaieté
La saine gaieté
La bonne gaieté des familles

Nos buts sont déjà fixés:
Réconcilier les oeufs brouillés
Faire que le veau d'or puisse se coucher
Apprendre aux chandelles à se moucher
Aux lampes-pigeons à roucouler
Amnistier les portes condamnées
A l'exception des portes-manteaux
(tiens ça rime pas, ah oui je sais:)
C'est pour ça qu'y peuvent s'accrocher
Exiger que tous les volcans
Soient ramonés une fois par an
Simplifier les lignes d'autobus
En supprimant les terminus
Et pour prouver qu'on n'est pas chiches
Faire beurrer tous les hommes-sandwichs

Voilà quel est notre programme
Voilà le programme
Demandez le programme
On le trouve partout
Je le fais cent sous

Mais... pas d'hérésie!

- Notre parti
- Parti d'en rire, oui
- Non!
- Si!
- Crétin!
- Pauvre type!
- Abruti!

Et voici... ce qu'est notre parti
Oui!

14 comentários:

O Réprobo disse...

Na sexta linha da minha introdução onde está "so" era "do", claro.

tsantos disse...

Ah, ah, ah! Fantástico! Onde é que tu vais buscar estas coisas?!

O Réprobo disse...

Meu Caro TSantos,
é a vantagem do YouTube. Sabia por um velho e pouco lembrado artigo de Jacques Laurent do sucesso que tivera este número. Procurei-o no YT... e lá estava.
Abraço

fugidia disse...

lol lol lol (muitos risos)

Meu querido Réprobo, não sei se é um bom partido para se iniciar nestas lides da filiação: parecem-me muito pouco bem-dispostos, demasiado sérios e quiçá um pouco trapalhões e maçadores... (gargalhada)
Lembrei-me daquele célebre anúncio em que o cavalheiro, com asr pesaroso se esforçava por dizer "eu dou-me bem com melhoral..."!
:-) :-) :-)

Um beijinho :-)

tsantos disse...

"...não sei se é um bom partido para se iniciar nestas lides da filiação..."


Ao contrário, caríssima Fugidia! Este é o partido ideal para quem não leva a sério o sistema partidocrático em que (infelizmente) vivemos...Acho que também me vou filiar!

Ab

fugidia disse...

Ó Deus!
(olhar suplicante para o céu)
Ainda dizem que eu é que incentivei...
E, pior, ainda me convidam para mandatária da lista
(muitos risos)

:-)

Luísa disse...

Meu caro Réprobo, um partido do riso, que nos parta a rir, parece-me uma ideia genial. Não concebo força capaz de uma oposição mais destrutiva, nem de uma campanha mais mobilizadora. Nem, com a nossa Fugidia como mandatária nacional, de uma vitória mais segura! :-)

ana v. disse...

Neste partido também eu me filio...
O video é delicioso, nunca vi o Bolero de Ravel tão bem interpretado!

O Réprobo disse...

Querida Fugidia,
"Mandatária"?!. Nada! Presidente da Mesa de Honra. é o que é. E é um partido que não deve despertar grandes apreensões, a princípio, por parecer corresponder ao "aguentar de cara alegre que esta gente nos quer impor". Pois esperem pela pancada e verão...
Beijinho

O Réprobo disse...

Meu Caro TSantos,
todos não seremos demais para alegrar Prtugal. Palhaçadas involuntárias já há. E nos cadeirões do Poder. Mas são de "palhaços ricos", os que têm menos graça.
Abraço

O Réprobo disse...

Querida Luísa, podemos contar Consigo para liderar o movumento de denúncia, então? Não é que estejamos com problemas de quotas, precisamos é de Mulheres de Acção; para ideólogo fica cá o rapazote.
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Ana,
ainda bem que gostou. É uma interpretação de génio, mas claro que não podemos descartar uma certa conexão à Bo, que deu brado, anos atrás.
Só que por essa via, duvido que Se filiasse...
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

ai eu quero entrar! :-)

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
e com toda a Beleza que Deus Lhe deu, vai ficar à frente em todos os cartazes!
Beijinho