quinta-feira, 22 de maio de 2008

Hate List

Pede a Cristina que nomeie seis coisas que odeio. Não sou dado a ódios, quando algo - ou alguém - me repugna ou me afasto ou justiço no local, conforme os dias. E aprendi com Jünger que quando escrevo sobre o que não gosto não gosto do que escrevo.
Acresce que tenho sempre a imagem odienta conexa com a do assassino de crianças a que Robert Mitchum deu corpo, que tinha tatuada nos dedos de uma das mãos a palavra LOVE e nos da outra o tal HATE.
Nunca consegui obcecar-me de tal forma que desejasse mal a alguém, ou algo, fora da punição por actos concretos. Mas entendendo a expressão como significando coisas que de todo me não agradam, cá ficam:
O Bacalhau - É o mais próximo que conheço do ódio. Durante muito tempo gostei de repetir a frase que o Meu Avô empregava: Por que é que os barcos não vão todos ao fundo? Claro que não queria qualquer mal aos pescadores, significava apenas que não o aprecio como alimento, ao ponto de o Comandante do Quartel onde militarmente servi me avisar dos dias em que a ementa da messe trazia o meu inimigo, segundo Ele.
A Inveja - Acaba por ser caricato ver o auto-castigo que inflige, mas penso que é o mais baixo a que o ser humano pode descer.
A Banana - Recuso dar a essa coisa o nome de fruto, tem fios a mais, não é fresco, passa por emblema de macacada e metáfora de homens ou países sem vontade própria.
A crueldade - Para além de ser despromoção de qualquer pessoa querer fazer sofrer inocentes, é sintomático de não se ter crescido, os miúdos é que se vingam nos mais pequenos das humilhações e frustrações que lhes são impostas.
A despedida "fique/a bem", cartões de pagamento, os auto e telemóveis - é a pepineira da sociedade contemporânea que imita o que ouve nos audiovisuais e acha que o prestígio e sentimentos se incrementam numericamente, seja em totais de gastos e contas, seja em horas poupadas.
Michael Jackson e Madona - Não lhes desejo qualquer mal, mas irrita-me o artificialismo transformista pronto a comer.
E pronto, chuto para a

A Meg

14 comentários:

cristina ribeiro disse...

Bela frase a de Junger.
Ai, Paulo, e da televisão saltam tantas razões para esses "ódios".Razão porque passo longos tempos sem a ligar, até porque aí aparecem muitas das conversas para as quais já não há pachorra...
Beijo

O Réprobo disse...

Querida Cristina, é eu também já pouco a vejo. Não tenho tempo para tudo e há tanta oferta degradada que a própria escolha pessoal me roubaria tempo e satisfações.
Beijo

Júlia Moura Lopes disse...

eu quase nem a ligo, até me esqueço...

Ri bastante com a histotinha da banana,Paulo :-))

Nem aquele poema que lhe enviei suavizou o ódio de estimação ao injustiçado fruto? risos

beijinho

ps- soube-me bem, esta corrente. foi como se estivesse a asneirar alguém :-))

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
lembro-me muito bem! Até houve mistura de... alvos, se bem recordo!

É, a corrente alivia. Deitamos cá para fora aversões pessoalíssimas, o que é sempre maneira de nos darmos a conhecer, enfim de alimentar conversas amigas.
Beijinho

fugidia disse...

Bom dia!
:-)

Mas começar o dia com o que não gosto?! :-(
Ora bolas, Repr.
Espero que o dia depois corra bem, senão peço-lhe compensação :-p

Beijinho.

Once In a While disse...

Caro Amigo .. anda por aqui uma nuvenzita escura que não me deixa concentrar .. o que até, neste caso específico, facilitaria o trabalho de casa, mas não seria muito justo.
Assim, com a sua licença, "chuto para canto" e voltarei quando mais sossegada, pode ser?
:)
Grata .. e bom fim-de-semana para si.

Nocas Verde disse...

Caro Réprobo,

Alinho mais ou menos com a Fugidia... começar com o que não gosto? Num dia tão triste (sem sol... lembra-me uma conversa noutros cantos sobre o sol "mirradinho" rsss) bem, bem... honrada eu... vamos lá a ver o que consigo fazer...

O Réprobo disse...

Querida Fugi,
ora, não há como afugentar as assombrações logo pela matina!
Vou já ver. Tudo correrá bem no resto. Ponte não é dia santo na loja?
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Once,
pois se a Sua Bondade não Lhe permite descarregar na nuvem, esperemos que ela descarregue e o céu volte a brilhar.
Quando queira!
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Nocas Verde,
mas desabafar não ajuda? Vai ver que o dia ficará com melhores cores, visto através desse filtro (Verde, mas não se pode querer tudo).
Beijinho

fugidia disse...

Nops, Repr.
Feriado é feriado.
Sexta é dia de trabalho :-(

Mas até agora está a correr bem :-p

O Réprobo disse...

Pobrezinha, isso é imoral!
Ainda bem que vai indo a contento.
Beijinho

Once In a While disse...

.. atrasada num vale mais tarde que nunca, sendo que nunca é algo que raramente uso, respondi .. ou por outra, tentei responder .. enfim, algo ao meu desajeitado jeito :)

O Réprobo disse...

Querida Once,
é evidente que o "desajeitado jeito" é pescaria de elogios, pelo que, de imediato, me direcciono para Lá.
Gratíssimo por Se ter dignado jogar.
Beijinho