quinta-feira, 29 de maio de 2008

Lógica da Língua

Nas duas últimas semanas têm aparecido nos muitos jornais umas curiosas e mais que notórias carpideiras lamentando que os Portugueses, maxime os Jovens, estejam de costas viradas para os políticos. Deixemos a menção às idades mais tenras, explicável por não serem vistas como suficientemente calejadas para resistir aos cantos dessas sereias roucas que pouco dão, para além da própria propaganda. Que motivo há de espanto nesse afastamento? Vox populi, vox Dei, a própria etno-linguística popular nos diz que era antigamente muito usada a expressão ando político com Fulano, segundo Alexandre de Carvalho Costa, como sinonímico de estou de relações cortadas com..., ou ando zangado com...
O mesmo estudioso nos diz que isto teve origem no pluripartidarismo e respectivas discussões, as quais muitas vezes culminavam na extinção da amizade entre os intervenientes. Há, portanto que concluir que nada mais lógico do que andar político com os políticos, pois eles assim andam com o Povo. E se no começo do regime algum entusiasmo ainda existiu, eram os rendimentos que o Estado Novo deixara a falar mais alto, não lembrando as gentes o que houvera antes.
Tudo voltou ao mesmo, para avivar-nos a memória.

6 comentários:

Cristina Ribeiro disse...

Essa do " ando político com..." fez-me rir - " ando política com os políticos" :); mas eles tudo têm feito por isso.
Beijo

mike disse...

Ah, os incontornáveis ciclos da História, Caro Réprobo, que tantas se repetem numa espiral, sem darmos conta antes de sermos envolvidos pelo turbilhão. Também ando político com essa raça, desculpe, com os políticos. E não é só de agora.

O Réprobo disse...

Querida Cristina,
Diga lá, onde, a não ser no canto deste Seu maldito Amigo, no estado de desilusão com a Coisa Pública que atravessa, A poderiam dar como integrante de classe política?
Beijo

O Réprobo disse...

Meu Caro Mike,
pois repetem porque a memória é curta e o estudo ainda mais. Por isso, preservar a fala popular pode ser importante para contrabalançar esse óbice. polittiquemos pois, nesse sentido, no que a eles concerne.
Abraço

Once In a While disse...

hum .. então é daqui que vem a expressão "estou p... da vida!" provavelmente (risos)
:)

O Réprobo disse...

Usar "político" para tão habitual expressão, Querida Once, poderia passar por eufenismo, não dora a mediocridade dos nossos fazer, ao invés, a frase feita redundar em calão ainda mais desbragado!
Beijinho