sexta-feira, 16 de maio de 2008

Justificação do Tempo

O Caçador de Raposas de Roberta Gregor

Defender a tradição significa manter sempre as manifestações da Sexta-Feira, de acordo com o Legado indeclinável do Corta-Fitas. Quanto a outras, que me incomodam, como a caça à raposa, só admito retoma delas como no caso desta: Megan Fox. Nasceu a 16 de Maio. O Dia está justificado.

10 comentários:

cristina ribeiro disse...

Pois eu gosto muito da pintura de Roberta Gregor :)
Beijo

fugidia disse...

Hum...
Anda muito solidário com o Mike, caro Réprobo, apenas no que respeita à primeira parte, bem entendido.
Que quanto ao sentido estético, o seu está mais... actual :-)))

Beijinho de bom dia :-)

O Réprobo disse...

Por causa do cavalicoque, Querida Cristina? Também eu, também eu. Mas não pela triste perseguição das (outras) rabudas espertalhonas...

O Réprobo disse...

Beijinho, Querida Fugidia.
Atente-se que deixei bem claro ser uma excepção, para mais numa acepção de caçada que está longe de trazer a morte, é muito mais prova de vida...

Um sentido huuuum mais seco, é o que diz?

Rudolfo Moreira disse...

No género melhor que a Angelina.

O Réprobo disse...

É assim, caro Rodolfo:
apesar do segundo nome, em beleza de traços até Lhe dou razão. Mas a carnalidade da AJ até ressuscita um morto...
Ab.

João Villalobos disse...

Muito bem. É sempre bom comprovar que as afinidades electivas, no nosso caso, se mantêm :: E o texto da passadeira corta-fiteira, quando é que o ilustre convidado o envia?
Abraço

O Réprobo disse...

Oh caríssimo, este fim de semana vou resolver isso. Nada me tem parecido suficientemente bom para Vocês!
Abraço

ana v. disse...

Tem vindo a dar-me baile, caro Réprobo, a ver se me reconcilio definitivamente consigo... mas digo-lhe que ainda não será com este FOXtrot, que não me comove. Embora esta raposinha seja bonita, de facto. Gostei foi da subtileza da etiqueta...

O Réprobo disse...

Querida Ana,
pois se esta vida é uma dança... deixe-Se levar, que sabe bem. Eu achei que se tratava de um belo exemplar, tanto que nem foi preciso evidenciarem-lhe o rabo (no sentido de cauda, claro), ponto forte deste animalzinho.
Quanto ao resto, não confundamos um dedicado amigo dos animais com tarados, ou por outra... pronto, estou etiquetado... com competência. Ou será com génio? Vou dar resposta com imagem, porque me faltam as palavras.
Beijinho