quinta-feira, 8 de maio de 2008

Fantasma Domesticado

Atenção, muita atenção, o que na Imprensa portuguesa é dado como uma intransigência de Hillary em permanecer na pugna eleitoral, vêem os americanos como uma nuance anunciadora da desistência. De facto, ela, ao dizer que permanece em liça até haver um candidato, recuou ligeiramente da posição anterior, que era a de continuar até à convenção. E em que é que a diferença reside - perguntarão os Leitores -, se não se prevê decisões sem recurso aos dignitários do Partido Democrata, os famigerados superdelegados que decidirão o candidato? A resposta está numa hemorragia que se começa a esboçar: cada vez mais, parte desses eleitos sem eleição, comprometidos com a Sr.ª Clinton, está a passar-se para Obama. E assim, incapaz de travar o fluxo, pode acabar a resistência. Com base nas últimas evoluções, os especialistas dão a toalha a ser atirada a meio de Junho. Como se sabe, a reunião magna desenrolar-se-á em Agosto. E é sintomático que esse processo de selecção pelas elites, tão vituperado antes pelo Senador Afro-americano, tenha passado a ser acarinhado pela sua campanha...

2 comentários:

Rudolfo Moreira disse...

O burro do desenho até dá parecenças do Obama.

O Réprobo disse...

Ehehehehehe! Entretanto, Caro Rudolfo, bom será travar a fundo, antes de identificar a outra figura do cartoon com a Sr.ª Clinton.
Ab.