terça-feira, 18 de março de 2008

Converti-me à Praia!

O meu médico receitou-me, imperativamente, tomar destes ares...

21 comentários:

MySelf disse...

Tens que me dizer quem é o teu médico, tb estou a precisar...

Beijinho grande

O Réprobo disse...

Querida MySelf,
desde já me apresento, Dr. Fraude.
Ora, ora, temos o Sol e os livros, que é que nos impede?
Beijinho

MySelf disse...

A mim, só o trabalho...

Beijinho

cristina ribeiro disse...

Paulo, se quer seguir os conselhos do seu médico, vá a banhos para a Póvoa de Varzim, onde encontrará uma biblioteca mesmo em cima da praia; era o café aonde eu gostava de ir quando por lá veraneava...
Beijo

(ainda não fui lá, nesta nova função do mesmo, mas espero ir, fora do Verão, claro.)

O Réprobo disse...

Aaaargh, sempre esse metediço, Querida MySelf!
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Cristina,
fico penhorado pela sugestão. Quem sabe se não nos encontraremos lá? O pior é que aí, não heveria livro que conseguisse prender-me a atenção.
Beijo

cristina ribeiro disse...

:) Sabe que foi isso que pensei logo que o comentário entrou -"esqueci-me de dizer que lá não encontraria os livros que tem em casa"...Nã, fosse essa a condição para tal conversão, e a coisa estaria feita :)
Beijo

Júlia Moura Lopes disse...

é o Diana Bar, Cristina! Já lá recitei poemas :-)

Querido Paulo, eu tenho uma doença que se chama linfatismo. Se não fizer praia e praia com Iodo, passo muito mal o Inverno e tenho que tomar comprimidos e por vezes injeções. Ou até fazer solário que odeio, sabia?

beijinho

Cristina Ribeiro disse...

Pois, Júlia, e como eu gostava de ir para o Diana, na adolescência, sempre para o piso de cima, tomar ´chá com torradas e jogar monopólio, nas tardes mais nubladas de Setembro...
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

pois, Cristina, eu tamb�m l� ia com os meus primos, porque os meus pais iam para o Caf� sem frente, acho que se cahmava o Grande Hotel.

Agora no Diana tenho assistido a espect�culos e lan�amentos de livros.

beijinhos aos dois

O Réprobo disse...

Ai, minhas Amigas, vê-se bem que sois Nortenhas: cá por Lisboa o Diana Bar remete para coisa muito diferente...

Querida Cristina, nada de modéstias, o que eu disse e reafirmo é que, na Sua Companhia, não quereria saber dos calhamaços.
Beijo

O Réprobo disse...

Querida Júlia, se a praia Lhe faz bem, VIVA A PRAIA!
No que toca a este post e ao resto de mim, pretendia acentuar mais a vertente a que, por contingências da imagem, mas não por conveniências de imagem, apenas circunstancialmente pareço virar as costas.
Beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

:-)
não entendi nada, Paulo...Juro!!!

O Réprobo disse...

A ESTANTE, Julita!
Bjinho

Anónimo disse...

'cá por Lisboa o Diana Bar remete para coisa muito diferente...'

Sempre boçal...

-
O que o PCP quer dizer é que não está doente. E ainda bem! Como não sabia o que escrever, arranjou uma fotografia e adaptou-lhe o texto.
Enfim, modernices...

av disse...

Sempre boçal??????
Olha que amor, este anónimo!

Júlia Moura Lopes disse...

Os anónimos sempre o são, Ana.

Só que este precisa de um dicionário :-)

O Réprobo disse...

Querida Ana,
é mero spam que não passa na verificação por letras, no sentido de ilustração, claro.
Não Se consuma por tão pouco.
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Júlia,
é coisa que não vale um milésimo de segundo dos Seus pensamentos.
Beijinho

av disse...

Tens razão, Júlia, o infeliz anónimo precisa de um dicionário, urgentemente. Acho que não faz a mínima ideia do que quer dizer "boçal", se aplica esse epíteto ao nosso querido e mui cavalheiro Réprobo, que é de uma elegância à prova de bala!
Mas se calhar é só inveja...

Anónimo disse...

Dicionário da Língua Portuguesa
Dicionários Editora
Porto Editora

boçal, adj. 2 gén. grosseiro; ingénuo; idiota; rude.
Cf. Buçal. (Do cast. Bozal. «negro recém-chegado do seu país». Séc. XVI).

Pois é, madame AV. A madame é frequentadora do ‘Diana Bar’ de Lisboa. Logo está habituada a carroceiros…
Que bela “escrita” deve “produzir”…
Deixe-se de se “armar em fina”!
E quanto ao “amor” do anónimo, ele não gosta de frustradas…

Quanto à Senhora dos Olhos Bonitos, peço que aconselhe outro dicionário, que não este da Porto Editora.

Então agora o PCP também ‘manda’ nos Pensamentos das Damas que o visitam?
ih! ih! ih! Limite-se a osculá-las!…