domingo, 30 de março de 2008

Inflação de Pontífices

Com a controvérsia sobre a nova ponte lisboeta a sofrer uma escalada nas posições contra e a favor, parece que o projecto de engenharia mais adequado seria o que tomasse por base este modelo...

6 comentários:

fugidia disse...

Credo, caro Réprobo!
Vale mais atravessar de barco ou mesmo a nada, apesar de tudo...
:-)))

fugidia disse...

(a nado, e não a nada...)
:-)

O Réprobo disse...

Diga isso aos contendores, Querida Fugidia!
Beijinho

tsantos disse...

"(a nado e não a NADA...)"

Se calhar, depois de toda a polémica em que (já) está envolvida, é mesmo como esta famosa ponte vai acabar, caríssima Fugidia...

:)

fugidia disse...

Também pensei nisso e vacilei antes de corrigir...
:-)

O Réprobo disse...

Caríssimos Fugidia e TSantos,
o nada é um valor seguro, seja o da negação absoluta, seja o do imperativo verbal.
Beijinho e abraço