segunda-feira, 31 de março de 2008

A Dança das Horas

Com a acuidade de sempre, em cima do acontecimento mas dotado de visão retrospectiva, o Bic Laranja aproveita para nos dar uma bela imagem do relógio da Hora Legal, tema que esgotou comissões e fez correr rios de tinta. O mostrador que nos revela foi o que, com um homólogo sito na Junqueira, veio, em 1914, substituir o sistema do balão do Arsenal, engenhoca da autoria do Engenheiro-hidrógrafo Frederico Augusto Oom, a qual transmitia a exactidão horária fazendo subir o insuflável preto a meio mastro (de sete metros) cada cinco minutos antes da hora certa, ascendendo ao topo nos três imediatamente anteriores ao momento H em que caía, accionado electronicamente pelo Observatório da Ajuda. O sistema era fíável, foi estudado por estrangeiros e tudo, mas, pela localização, não servia completamente uma das principais missões que se propunha, sinalizar o instante aos navios mercantes.
O apuro técnico foi a maneira que se arranjou de ultrapassar o vexame do sistema anterior, que vigorara por despacho de 1858 e era pouco mais do que um balão atado a uma corda, obedecendo às instruções do Observatório, o que não garantia precisão, em razão de alguma insuficiência no acto de o fazer descer, pelo que foi motivo de risota nos jornais generalistas e de censura nas publicações científicas pela Europa fora.
O novo aparelho previa um tiro de canhão, que não chegou a fazer-se, embora tenha funcionado um outro, de uma pequena peça do Jardim Botânico. Mas isso é outra história.
Posted by Picasa

4 comentários:

Bic Laranja disse...

Isto é que foi um atraso, hem! Ainda me atreveria a invocar a retirada da Hora Legal lá do poiso dela, somada ao paranço do meu relógio esta madrugada, mas o caso não é desnorte, é falta de tempo. Espero que me desculpe.
Mas agora aqui chegado não dou o tempo por perdido porque já aprendi tudo o que aqui diz e que ignorava.
Cumpts.

O Réprobo disse...

Meu Caro Bic,
é sempre tempo para O receber, nesta casa. Outra curiosidade, no escrito de Mário Costa donde recolhi estes dados diz-se que a retirada do dístico que garantia Hora de Lei provocou em larga fatia da População Alfacinha uma profunda desconfiança contra o momento horário que, doravante, marcaria.
Abraço

Ralf disse...

BicLaranjae e Réprobo,
os vossos computadores já têm sintonização com "hora legal" ou ainda não ?
Eis o link:
http://www.oal.ul.pt/index.php?link=acerto
:)
Ralf

O Réprobo disse...

Meu Caro Ralf,
nem sabia que essa possibilidade existia! Muito obrigado. Operado o ajustamento, poder-se-ia dizer, tanto no sentido português como no Brasileiro, "Está Legal!".
Abraço