quinta-feira, 27 de março de 2008

Pétalas e Espinhos

Agora que a Argentina fica com uma Presidente bem jeitosa a suceder ao Marido, percebo tanto empenho na troca de cadeiras que permita a ambos ocupar o mesmo palácio: como a residência oficial do Chefe de Estado do Grande País é a Casa Rosada, foi um imaginativo meio de fazerem do seu matrimónio um sonho cor-de rosa...
Para o Povo é que a coisa parece negra.

5 comentários:

cristina ribeiro disse...

Confirma-se a razão de VPV, quando diz que o mundo está perigoso, sem que nenhuma das suas Sete Partidas saia incólume...
Beijo

cristina ribeiro disse...

P.S. Já lá fui ao"Manlius": uma delícia!

O Réprobo disse...

Ainda bem que gostou, Querida Amiga. O poema de que Lhe falei está aqui.
misantropoenjaulado.blogspot.com/2005/11/leitura-matinal-168.html

Quanto à Argentina, o Rosa ameaça trazer os desaires com que enfraqueceu o SLB.
Beijo

av disse...

Segundo a mesma notícia, o sonho cor-de-rosa ameaça ficar mais romântico ainda por causa da crise energética que se avizinha: à luz da vela, um tête-a-tête presidencial.

O Réprobo disse...

Hahahahahahaha! vamos lá ver é se o ardor decorrente não incendeia o País e não queima o Palácio!
Beijo