sexta-feira, 18 de abril de 2008

Fuga Para o Oriente

O Martírio de Santa Apolónia de Nicolas FouquetPor que razão se acendeu na luminosa cabecinha do Dr. Costa a luzinha duvidosa de encerrar a estação de Santa Apolónia, precisamente quando o Metro lá conseguiu chegar, depois de uma muito derrapada construção, em tempo e dinheiro, para não dizer derruída, com mais água do que costuma? Se era para fechar, não gastassem ramos no Metropolitano!
Até que percebi: a Santa Patrona da gare foi martirizada com o arranque da dentadura. Ao propor esta medida peregrina ao Primeiro que gostaria de substituir, o edil quebra os dentes ao terminal ferroviário e mostra-se um poder com arreganho.
Tudo se explica, neste mundo muito abaixo de cão.

10 comentários:

cristina ribeiro disse...

Bom dia, Paulo.
Mesmo não funcionando a ligação, ao que suponho seja um artigo de jornal, sempre lhe digo que essa é uma péssima notícia: é que não gosto mesmo nada da estação do Oriente.
Beijo

O Réprobo disse...

E asneirada! Está a Cristina a ver: muita Gente que, descansadinha, aterraria no centro da Lísbia, fica assim tentada a trazer a carripana para a capital, que está muito carecida de atravancamento automobilizado, como se conhece!
São uns Ases? Não, uns Aselhas!
Beijo

Luís Bonifácio disse...

Mais caricato que o novo Martirio de Santa Apolónia e o inevitável futuro terminal de cruzeiros no cais dos soldados.

Inevitável porquê?

Lisboa tem dois terminais para cruzeiros, um na Rocha do Conde de Óbidos e outro em Alcantara, com frescos de Almada Negreiros.
Ambos estes terminais estão afogados dentro de um mar de contentores.

Porque é que não são requalificados?

É por serem "Fássistas"?

av disse...

Tem toda a razão! Para quê gastar dinheiro e depois tornar os sítios inúteis? Ou a estação de Metro irá apenas dar a um... museu do comboio, que pressinto ser o destino de Sta Apolónia? Como ela, fico sem dentes para sorrir...
Bjs

O Réprobo disse...

Meu Caro Luís Bonifácio,
é bem possível, fazer tudo ao contrário da Outra Senhora é tentação tão grande...

E "inevitável" dá um ar tão esclarecido a quem não examine as questões...
Abraço

O Réprobo disse...

Querida Ana,
que horror, não deixe que um político dos que vamos tendo lhe cause tamanho incómodo! Há que rir sempre deles, desde que não estejam em causa vidas inocentes.
Agora, que não há como justificar os agravamentos dos sorvedouros...
Beijinho

Bic Laranja disse...

Sabe se o cais dos soldados não cai na alçada da nova empresa do dr. Júdice? Não é missão des nova empresa ter tudo pronto em 5 de Outubro de 2010?
Ao depois a Rocha e Alcântara não dão empreitada e além do mais são fascistas, não é?!...
Cumpts.

O Réprobo disse...

Ora aí é que bate o ponto, Caro Bic, embora para esta gente a Sua bela conclusão surja pleonástica: para eles TUDO O QUE NÃO DÁ EMPREITADA É FASCISTA!
Abraço

tsantos disse...

É lógico, até: com a nova funcionalidade da Gare do Oriente (o famoso TGV) esta estação tem que ser rentabilizada, não é?...

Ab

O Réprobo disse...

Meu Caro TSantos,
tanto mais que (embora eu de altas velocidades e respectivos custos não perceba patavina), segundo o Prof. César das Neves, que terá feito as contas, o TGV prepara um buracão financeiro.
Abraço