quarta-feira, 9 de abril de 2008

Saltos Em Altura

Finalmente, com a Meg, a Fugidia e a Rosarinho parece haver quorum para debater o tema do título, e outras formas de desporto. O Sol nasce, finalmente

14 comentários:

fugidia disse...

Sim, sim, caro Réprobo; a chuva parou e o sol está de novo a espreitar por aqui :-)
Infelizmente não consigo ver agora o vídeo que, confesso, me deixa muito curiosa.

Mas estou prontíssima para o debate... vamos a ele!
:-)

O Réprobo disse...

Não há necessidade de... correr! Ehehehehehe. Esta é perversa, a Querida Fugidia perceberá quando vir o vídeo.
Beijinho

fugidia disse...

:-) :-) :-)

Já espreitei.
Saiba que também sei correr, elegantemente, de salto alto, mas que prefiro não o fazer nos belíssimos passeios em calçada que temos na nossa cidade; aliás, nem é preciso correr para se perder o equilíbrio...
:-D

O Réprobo disse...

Realmente, são campos de golf em que os tacões femininos fazem as vezes de bolas...
Beijinho, Querida Fugidia

Rosarinho disse...

Como é possível que seres superiores como as mulheres se sujeitem a estas provas patéticas!

Rosarinho disse...

Nestes termos, deve ser IMPOSSÍVEL alguém achar sensual uma mulher de saltos altos.
.
.
.
(Digo eu. Mas o homem é um ser estranho...)

fugidia disse...

Rosarinho: :-)
(hoje estou assim, contigo: só a sorrir...)

O homem é, de facto, um ser estranho.
Mas pode haver elegância a correr; ainda que de saltos altos (estas imagens, contudo, não o ilustram, obviamente...).
:-)))

O Réprobo disse...

Que o homem é um ser estranhíssimo, somos dois a concordar. E já dizia Joseph Conrad que "ser Mulher deve ser uma tarefa extremamente complicada, visto que consiste essencialmente em lidar com homens".
Feita a citação, devo dizer que uma das minhas Melhores Amigas considera a frase extremamente presunçosa e que eu acho que Ela não quer ver o âmago da questão.

Quanto aos saltos em passo disparado, a pressa elimina qualquer sensualidade, mesmo a mais pintada.
Beijinho

O Réprobo disse...

Afinal três, a Fugidia junta-Se ao grupo...
Só posso entender carácter atractivo na correria se o recambiarmos para a simulação da Fuga que o Vosso Belo Sexo usa como excitante...
Beijinho

fugidia disse...

Pois...
<:o)

av disse...

Eu adoro saltos altos. Dispenso é corridas, com eles calçados...

O Réprobo disse...

Querida Ana,
Sábia Escolha! Muito do encanto que se desprende destas culminâncias depende do vagar do andamento...
Beijinho

Meg (sub Rosa) disse...

Queridos Réprobo e Ana
E permitam-me dizer um olá à Rosarinho e à Fugidia:

Esse tema é magnífico.
Estarei aqui amanhã para falar para o que é que servem os saltos.

Tudo, menos corer e as meninas que se pronunciaram antes de mim, o fizerem belamente.

Eu, como apreciadora dedicadíssima dos sapatos FERRAGAMO, farei até um post, assim me permita a saúde (chiça! que eu até fico antipatizando a mim mesma, por ter que estar a falar nisso)

Então, os saltos são sim um princípio, ça veut dire, um imperativo categórico da sedução.
Símbolo de um certo poder (não à toa há os saltos à la Luís XIV ou XV hohoho.
A uqestão não é usar é posar;-)))
Bom, na verdade como todo elemento de sedução, a questão não está no uso, a questão está no efeito que causa, para logo, quase imediatamente ser colocado de lado.
O desvencilhamento (?) afinal é que é A META ;-) :-) :-)

Um beijo a todos e perdoem, o mal-escrito.
Meg

O Réprobo disse...

Querida Meg,
ficamos então todos suspensos dessa postagem sapatómana! Chegou a ler os posts do meu blogue anterior, de que estabeleci os links nos comentários à Evelina? Um tema fantástico é a razão pela qual as Mulheres (e aqui é de incluir a Meg à cabeça) conferem tanta importância aos sapatos. Não é só a natural preocupação de alindamento canalizada para os trapos e que nos homens tinha, como único equivalente, as gravatas, quando estas conheceram melhores dias. Penso que a solução está, justamente, nos saltos altos e na lentidão que incutem.
E a experiência e audição de confissões não cessam de me revelar novos sentidos para o irrefutável entendimento de que, em se tratando de Mulheres, a pressa é inimiga jurada da Perfeição.
Beijinho